quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Desceeeeeeeeeeeeendoo...



Charge retirada do Blogdo Juca

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

O que é isso “Chicarito”


O México decepcionou nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014.

Mostrando um futebol pragmático, a seleção mexicana não conseguiu vaga direta para o mundial e terá que disputar uma repescagem para vir ao Brasil.

No jogo de ontem, que culminou em mais um fracasso, da seleção mexicana, derrota para a Costa Rica, “Chicarito” perdeu o gol mais incrível da rodada, e resumiu em um lance a atuação de sua seleção.

Sorte que no outro jogo que importava ao México, o Panamá foi derrotado, de virada, com dois gols nos últimos cinco minutos, pelos EUA, o que impediu que os mexicanos ficassem de fora até da repescagem.

Ô “Chicarito”, não, não é assim...




terça-feira, 15 de outubro de 2013

Que Bósnia


A Bósnia venceu a Lituânia fora de casa por 1-0, pelas eliminatórias europeias para a Copa do Mundo, e se classificou pela primeira vez para um Mundial como nação independente.

Vedad Ibisevic foi o autor do gol da vitória, aos 23 minutos do segundo tempo, que deu à Bósnia o primeiro lugar do Grupo G.

A Grécia, que derrotou Liechtenstein por 2-0, chegou aos mesmos 25 pontos dos bósnios, mas perdeu no saldo de gols e ficou com a segunda colocação. Agora terá de passar pela repescagem das eliminatórias para tentar ir ao Brasil em 2014.

A Bósnia quase garantiu vaga já no último Mundial, 2010, parou na repescagem ao perder de Portugal, 1 á 0, gol de Raul Meireles.

A Copa no Brasil será inesquecível, ao menos para os Bósnios...




Ô Vasco denovo não...






Charge retirada do Lancenet

Gana humilha Egito e se aproxima da Copa


Em um jogo histórico a seleção ganesa arrasou o Egito por 6 á 1 e está bem dizer garantido na Copa do Brasil em 2014.

Asamoah Gyan, duas vezes, Majeed Waris, Sulley Muntari, Christian Atsu e Wael Gomaa, contra, constituíram os autores dos gols de Gana. O veterano Mohamed Aboutrika, de pênalti foi o único a sacudir as redes para a seleção do norte da África.


Ganeses e egípcios regressarão a se encontrar no dia 19 de novembro, no Cairo. Os amos da casa carecerão derrotar por 5 a 0 ou por seis gols de diferença. Caso devolva o 6 a 1, a partida irá para a prorrogação.Outro resultado dará a vaga á seleção ganesa que fez belíssima campanha na Copa da África do Sul em 2010.


segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Futebol eterno


Li no Blog do Juca; Texto Luiz Guilherme Piva
Uma gigantesca dúvida assola a humanidade: existirá futebol depois da morte? Tá bom, uma parte da humanidade. A minoria, ok. Como? Vocês nunca nem pensaram nisso?
Então tá. Uma gigantesca dúvida me assola (eu sou parte da humanidade, e tenho direito a minhas dúvidas gigantescas): haverá futebol no céu? No purgatório? No inferno?
Eu suponho que sim. Afinal, o que haveria de melhor para se fazer para passar a eternidade?
Sabemos – tá bom, só eu sei – que há coisas na outra vida para ocupar o tempo e justificar os três estágios.
Alguns exemplos.
No céu, tocar lira, soprar trombetas e ver o blue-ray da história da criação. No purgatório, assistir a stock car, ler códigos de leis e processos e debater filmes de arte. E no inferno – Deus me livre de eu ir lá! -, participar de planejamento estratégico situacional.
Mas só isso não justifica a aventura humana. Nascer, crescer, lutar, trabalhar, amar, sofrer, reproduzir-se e morrer, gerações e gerações, edificando a obra de Deus na Terra somente para isso?
Nananina.
Alguma recompensa há de haver. Sexo está descartado. No céu, porque é pecado. Nos outros dois, porque é prazer.
Então, só pode ser futebol. Assistir, jogar, discutir, inventar, lembrar, sofrer – enfim, o futebol tal e qual.
No céu, com certeza, devem ficar os grandes craques, as peladas, os teipes antigos, as mentiras sobre o que já fizemos e vimos outros fazerem, as goleadas e um telão passando “Pelé Eterno” sem parar.
No purgatório, as bolas na trave, os jogos roubados, os pay-per-view, os cabeças de área, os chiados no rádio, as mesas-redondas e um telão com palestras intermináveis de técnicos acerca de táticas de jogo.
Já no inferno estarão os juízes, as torcidas organizadas, os cartolas, os zero-a-zeros, as vuvuzelas e um telão passando infinitamente Itália 3 x 2 Brasil da Copa da Espanha.
Mas, claro, pode ser que não haja nada disso. Nem futebol, nem anjos, nem filmes iranianos (ufa!) e nem (viva!) janela de oportunidade, missão, visão e power point.
Ou seja. Nada.
Em outras palavras, pode ser que não haja vida após a morte, que é uma pergunta que assola algumas pessoas. Hein? Muitas? Tá bom, muitas pessoas. Mais que muitas? Todas? A humanidade inteira? Ah, não. Aí é exagero.
Eu, pelo menos (ou seja, restaria somente a humanidade menos um), não estou nem aí pra isso.
O que importa pra mim é saber se vai ter futebol.
Vocês que percam seu tempo com essas bobagens.
__________________________


sexta-feira, 26 de julho de 2013

Mostrou qual Paulo que manda?!


Paulo Autuori se cansou do baixíssimo rendimento do meia Paulo Henrique Ganso com a camisa tricolor, e barrou o meia do confronto contra o Corinthians, domingo  pelo Campeonato Brasileiro.

Em uma crise que não parece ter fim, o tricolor paulista sofre com desfalques para o confronto.

Além de Ganso e Lúcio ambos vetados pelo treinador, Paulo Autuori não poderá contar com Fabricio, Clemente Rodrigues, Luis Fabiano e Aloísio, o time do Morumbi deverá ir á campo com  Rogério Ceni; Douglas (Lucas Farias), Rafael Toloi, Paulo Miranda e Reinaldo (Douglas); Wellington, Rodrigo Caio, Maicon e Jadson; Osvaldo e Ademilson.

Muito fraco para o padrão que a torcida tricolor estava acostumada.

Pelo visto o fim do túnel não está tão próximo assim, mas a saída de Ganso do time é um grande passo para isso.

Contratado a peso de “ouro” junto ao Santos, Ganso nunca mostrou em campo o que prometeu fora dele.

Erroneamente, Ganso força a barra para parecer aqueles meio-campistas clássicos; jogando de peito estufado e sempre querendo fazer o mais difícil, para parecer fora de série.


O dia que o meia perceber que não é tudo o que pensa ser, irá crescer muito como jogador, e se tornará importante para o clube em que estiver, coisa que não é hoje.


terça-feira, 9 de julho de 2013

Empate, pô!!!


Um amigo havia me alertado desse vídeo e hoje fui procura-lo.

Trata-se da previsão da “Mãe Dinah” para a decisão da Recopa Sul-americana entre Corinthians e São Paulo...






segunda-feira, 8 de julho de 2013

Internacional perto de contratar Nilmar...


O Internacional avançou as negociações com o atacante Nilmar. O atleta, que pertence ao Al-Rayyan Sports Club, do Catar, continua em férias em Porto Alegre e vem conversando com os dirigentes colorados. 

Já há um acordo geral acertado. 

O clube gaúcho precisa agora da liberação do Al-Rayyan. A operação, para dar certo, precisa ser rápida. Afinal, no dia 20, a janela de contratações de atletas que jogam no exterior será fechada.


Achei na Internet...


Eu nunca tinha visto isso...

Reportagem que achei hoje a tarde no Portal Yahoo!, e repasso na integra a baixo...


Time da 2ª divisão costarriquenha negocia jogador em troca de 50 bolas

O AS Puma Generaleña, da segunda divisão do Campeonato Costarriquenho, negociou nesta segunda-feira um jogador de seu elenco em troca de 50 bolas, de acordo com declarações de um dirigente do clube à "Rádio Monumental".
A inusitada situação ocorreu com o atleta Roger Fallas, cedido ao Universidad de Costa Rica, que disputará a primeira divisão do país na próxima temporada.
"É um prazer e um privilégio para nós que Fallas possa jogar na primeira divisão. Eu pedi 50 bolas e está tudo acertado", afirmou Rigoberto Chinchilla, dirigente do Puma.
Há um mês, o Puma Generaleña perdeu a final da segunda divisão, justamente para o Universidad. O clube passa por dificuldades econômicas e vários atletas têm outros empregos paralelamente ao futebol, para adquirir seus materiais esportivos.
Várias equipes do futebol costarriquenho não pagam salário aos seus jogadores, apenas as passagens para que possam treinar após a jornada de trabalho e comparecerem aos jogos.

Dá para acreditar?
É um futebol bem distante dos milhões que estamos acostumados a ver!

E quantas bolas valeriam, por exemplo, Leonel Messi, Cristiano Ronaldo, Rooney...?

Derrota de Anderson Silva vira zoação na internet...


Queda do brasileiro não passou despercebida pelos internautas...





 


                                        





Muriqui brilha e Guangzhou Evergrande dispara no “Chinês”


O brasileiro Muriqui só não fez chover no último sábado.

Em partida valida pelo campeonato nacional Muriqui fez os três gols da vitória do Guangzhou Evergrande sobre o Nanchang Bayi por três á zero.

 Com o triunfo o clube que conta ainda com Elkeson e Conca abriu 13 pontos para o vice líder.

 Muriqui, atacante que nunca foi unanimidade nos clubes que passou por aqui, é mais do que ídolo do clube chinês, que desde da chegada do atacante já conquistou a segunda divisão e o Bicampeonato Chinês, se aproximando cada vez mais do tri.






terça-feira, 2 de julho de 2013

Mais um...


Thiago Neves não é mais jogador do Fluminense...

Todas as fontes levam a crer que o clube aceitou a proposta do Al Hilal, da Arábia Saudita, oferta que chega aos 18 milhões de reais, e não conta mais com o meia para o restante da temporada.

Em dificuldades financeiras, a diretoria já admitiu que nenhum jogador é “inegociável”...
Quem será o próximo?

sexta-feira, 28 de junho de 2013

“... Verás que um filho teu não foge a luta”...


Nesses dias que estivemos sem conversar o Brasil se rebelou.

Com muita razão, o povo brasileiro foi à rua gritou que é brasileiro, e quer mudança.

O “Blog No Trocar das Linhas” apoia as manifestações PACÍFICAS que acontecem país a fora, repudiando qualquer modo de violência ocorrida ou ocasionada por essas manifestações.

Como está não dá pra ficar.

“Bora” povo brasileiro vamos mudar nosso país...
Enquanto ainda há tempo...












Quanto tempo...


Vergonhosamente sem se fazer presente por aqui há quase um mês, a direção pede desculpas pela ausência, causada por outros compromissos pessoais.

Mas...

Estamos de volta...

Vem discutir esporte conosco...

Abraços...

A direção.


sexta-feira, 31 de maio de 2013

Que Lindo...


O Atlético/MG garantiu a vaga na semifinais da Libertadores da forma mais dramática possível.

Aos 47 minutos do segundo tempo, o Atlético voltou a ser Atlético, aquele que joga como nunca e perde como sempre, mas Victor voltou a ser Victor. Aquele “São Victor” do tempo de Grêmio.

A defesa classificou o galo e emocionou narrador e torcedor...




Rumo ao titulo Galo vingador...

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Del Chaco mortal...


É fica para a próxima...

O Fluminense até foi guerreiro, mas sucumbiu a catimba Paraguai e está mais uma vez fora da Libertadores.

Rhayner em grande falha de Mansur encobriu o goleiro e deixou o Fluminense muito próximo da vaga, ainda aos nove da primeira etapa. Até aí só uma virada tiraria o Fluminense da competição e ela veio, ainda na primeira etapa.

Cavalieri saiu errado em cobrança de falta de Salgueiro e acabou sendo encoberto; Falha do bom goleiro tricolor e pressão paraguaia.

Antes do apito final da primeira etapa, Bareiro caiu na área em lance no mínimo discutível, e o arbitro deu pênalti.

Salgueiro que não tinha nada a ver com a história bateu e converteu.

No segundo tempo, o Defensores Del Chaco, teve sua força.

A catimba rolou solta;

Até o Fred perdeu a cabeça.

Quando o arbitro encerrou a partida, o Fluminense estava mais uma vez eliminado da Libertadores da América.


O Flu tá devendo esse ano...


quarta-feira, 29 de maio de 2013

Arqueiros Capinzalenses



O município de Capinzal vem se destacando na formação de atletas nas categorias de base para o futebol.

Uma das revelações é o goleiro Rafael Leder, 18 anos, 1.95 de altura, de Nova Beleza, Piratuba. 


 Após três temporadas no Rio Grande do Sul, Inter em 2010, Grêmio em 2011 e Caxias 2012, ele retornou em 2013 para escolinha do professor Lira, mantida pela Fundação Municipal de Esportes de Capinzal, para uma preparação visando novos desafios. 

 A nova oportunidade em um grande clube veio recentemente, com a assinatura de contrato junto ao São Paulo Futebol Clube. 

Rafael se apresentou no CT do São Paulo, em Cotia, na última sexta-feira, 24, para início dos treinamentos.




Outro atleta revelado em Capinzal, Daniel Deitos Jr., acertou com a Chapecoense e já treina com a nova equipe.


Colaboração: Site Eder Luis

terça-feira, 28 de maio de 2013

Ponte Campinas/Japão



A Ponte Preta negocia amistosos no Japão, nos próximos meses, contra o Kashywa Reysol. 

 A negociação é conduzida com a própria patrocinadora da equipe, a Hitachi, que é dona do time asiático. 

O plano é que o clube estrangeiro também seja recebido futuramente no Moisés Lucarelli, estádio da Ponte Preta.


sábado, 25 de maio de 2013

“Eu vou pegar o trem; Você vai também?”



Começa nesse final de semana o Campeonato Brasileiro 2013...




Charge retirada do Blog do Juca.

terça-feira, 21 de maio de 2013

“Mãe Galinha?”



Hoje em dia é normal jogadores e torcedores rivais se desentenderem via rede social.

A bola da vez foi Edenilson, lateral direito do Corinthians.

Depois de uma postagem do alvinegro em um microblog, um palmeirense respondeu com os seguintes dizeres:
“- Coisa de “CUrintiano”, não saber a diferença entre MAS e MAIS".

Mais tarde Edenilson respondeu com a seguinte frase:
“- Claro que sei. Por exemplo, sua mãe é galinha 'mas' é sua mãe!"

Veja a página a baixo...



sábado, 18 de maio de 2013

18 de Maio/ Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes



 18 de maio é a data em que Araceli Cabrera Crespo, de nove anos incompletos, desapareceu da escola onde estudava para nunca mais ser vista com vida. A menina foi estupidamente martirizada. Araceli foi espancada, estuprada, drogada e morta numa orgia de drogas e sexo. Seu corpo, o rosto principalmente, foi desfigurado com ácido. Seis dias depois do massacre, o corpo foi encontrado num terreno baldio, próximo ao centro da cidade de Vitória, Espírito Santo. Seu martírio significou tanto que esta data se transformou no “Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”.




ARACELI: Símbolo da violência. Por Pedro Argemiro

Durante mais de três anos, na década de 70, pouca gente ousou abrir a gaveta do Instituto Médico-Legal de Vitória, no Espírito Santo, onde se encontrava o corpo de uma menina de nove anos incompletos. E havia motivos para isso. Além de o corpo estar barbaramente seviciado e desfigurado com ácido, se interessar pelo caso significava comprar briga com as mais poderosas famílias do estado, cujos filhos estavam sendo acusados do hediondo crime. Pelo menos duas pessoas já tinham morrido em circunstâncias misteriosas por se envolverem com o assunto.

Ainda assim, corajosos enfrentavam os poderosos exigindo justiça, tanto que o corpo permanecia insepulto na fria gaveta, como se fosse a última trincheira da resistência. O nome da menina era Araceli Cabrera Crespo e seu martírio significou tanto que o dia 18 de maio - data em que ela desapareceu da escola onde estudava para nunca mais ser vista com vida - se transformou no Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Por uma dessas cruéis ironias, Jardim dos Anjos era onde ficava um casarão, na Praia de Canto, usado por um grupo de viciados de Vitória (ES) para promover orgias regadas a LSD, cocaína e álcool, nas quais muitas vítimas eram crianças - anjos do sexo feminino. Entre a turma de toxicômanos, era conhecida a atração que Paulo Constanteen Helal, o Paulinho, e Dante de Brito Michelini, o Dantinho, líderes do grupo, sentiam por menininhas. Dizia-se, sempre a boca pequena, que eles drogavam e violentavam meninas e adolescentes no casarão e em apartamentos mantidos exclusivamente para festas de embalo. O comércio de drogas era, e é muito enraizado naquela cidade. O Bar Franciscano, da família Michelini, era apontado como um ponto conhecido de tráfico e consumo livres.

Araceli vivia com o pai Gabriel Sanches Crespo, eletricista do Porto de Vitória, a mãe Lola, boliviana radicada no país, e o irmão Carlinhos, alguns anos mais velho que ela. Na casa modesta, localizada na Rua São Paulo, bairro de Fátima, era mantido o viralata Radar, xodó da menina, que o criava desde pequenino. Segundo o escritor José Louzeiro que acompanhou o caso de perto e o transformou no livro "Araceli, Meu Amor" - o nome Radar foi escolhido pela garota "para que o animal sempre a encontrasse". Araceli estudava perto de casa, no Colégio São Pedro, na Praia do Suá, e mantinha urna rotina dificilmente quebrada. Ela saía da escola, no fim da tarde, e ia para um ponto de ônibus ali perto, quase na porta de um bar, onde invariavelmente brincava com um gato que vivia por ali.

No dia 18 de maio de 1973, uma sexta-feira, a rotina de Araceli foi alterada. Ela não apareceu em casa e o pai, num velho Fusca, saiu a procurá-la pelas casas de amigos e conhecidos, até chegar ao centro de Vitória. Nada. A menina não estava em lugar algum. Só restou a Gabriel comunicar a Lola que a filha estava desaparecida e que tinha deixado seu retrato em redações de jornais, na esperança de que fosse, realmente, somente um desaparecimento. No dia seguinte, quando foi ao colégio para conseguir mais informações, Gabriel ficou sabendo que a menina tinha saído mais cedo da escola. De acordo com a professora Marlene Stefanon, Araceli tinha "ido embora para casa por volta das quatro e meia da tarde, como a mãe mandou pedir num bilhete"

Na véspera, Lola tivera uma reação aparentemente normal ao constatar a demora da filha em chegar em casa. Primeiro, ficou enervada; depois, preocupada. No sábado, tarde da noite, sofreu uma crise nervosa e precisou ser internada no Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia. Ainda no início do processo, acabariam pesando sobre ela fortes suspeitas e graves acusações. Lola foi apontada como viciada e traficante de cocaína, fornecedora da droga para pessoas influentes da cidade e até amante de Jorge Michelini, tio de Dantinho. E mais: ela era irmã de traficantes de Santa Cruz de La Sierra, para onde se mudou tão logo o caso ganhou dimensão, deixando para trás o marido Gabriel e o outro filho, Carlinhos. Não se sabe até onde Lola facilitou ou estimulou a cobiça dos assassinos em relação a Araceli.

Menina era usada no tráfico de drogas

A respeito de Dantinho e de Paulinho Helal, dizia-se que uma de suas diversões durante o dia era rondar os colégios da cidade em busca de possíveis vítimas, apostando na impunidade que o dinheiro dos pais podia comprar. Dante Barros Michelini era rico exportador de café (tão ligado a Dantinho que chegou a ser preso, acusado de tumultuar o inquérito para livrar o filho). Constanteen Helal, pai de Paulinho, era comerciante riquíssimo e poderoso membro da maçonaria capixaba. Seus negócios também incluíam imóveis, hotéis, fazendas e casas comerciais. Já o eletricista Gabriel, seu maior tesouro era a filha. No domingo, ele foi à delegacia dar queixa, onde lhe foi dito que tudo seria feito para encontrar Araceli. Na Santa Casa, ele contou a Lola o resultado de sua busca e falou da garantia dos policiais de que tudo acabaria bem. Lola pareceu não acreditar - e chorou. O escritor José Louzeiro não tem dúvida:Lola foi, indiretamente, a causadora do hediondo crime de que sua filha foi vítima. "Na sexta-feira, a mando da mãe, Araceli tinha ido levar um envelope no edifício Apoio, no Centro de Vitória, ainda em construção, mas que já tinha uns três ou quatro apartamentos prontos, no 8º andar. A menina não sabia, mas o envelope continha drogas.

Num dos apartamentos, Paulinho Helal, Dantinho e outros se drogavam. Ela chegou, foi agarrada e não saiu mais com vida", conta o escritor.

O que aconteceu realmente com Araceli Cabrera Crespo talvez nunca se saiba. E talvez, seja bom mesmo não conhecer os detalhes, tamanha é a brutalidade que o exame de corpo delito deixa entrever. A menina foi estupidamente martirizada. Araceli foi espancada, estuprada, drogada e morta puma orgia de drogas e sexo. Sua vagina, seu peito e sua barriga tinham marcas de dentes. Seu queixo foi deslocado com um golpe. Finalmente, seu corpo - o rosto, principalmente - foi desfigurado com ácido.

Corrupção e cumplicidade da polícia

Seis dias depois do massacre da menina, um moleque caçava passarinhos num terreno baldio atrás do Hospital Infantil Menino Jesus, na Praia Comprida, perto do Centro da capital. Mas o que ele encontrou foi o corpo despido e desfigurado de Araceli. Começou, então, a ser tecida uma rede de cumplicidade e corrupção, que envolveu a polícia e o judiciário e impediu a apuração do crime e o julgamento dos acusados por uma sociedade silenciada pelo medo e oprimida pelo abuso de poder. Dois meses após o aparecimento do corpo, num dia qualquer de julho de 1973, o superintendente de Polícia Civil do Espírito Santo, Gilberto Barros Faria, fez uma revelação bombástica. Ele afirmou que já sabia o nome dos criminosos, vários, e que a população de Vitória ficaria estarrecida quando fossem anunciados, no dia seguinte. Barros havia retirado cabelos de um pente usado por Araceli e do corpo encontrado e levado para exames em Brasília. Confirmando que eram iguais.

Por que a providência? Até então, havia dúvidas que era de Araceli o corpo que apareceu desfigurado no terreno baldio. Gabriel sabia que era o da filha - ele o reconheceu por um sinal de nascença, num dos dedos dos pés. Mas Lola disse o contrário. Assim que se recuperou, ela foi ao IML reconhecer o corpo e afirmou que não era de sua filha. Louzeiro recorda um outro fato a respeito disso, altamente elucidativo. Certo dia, Gabriel levou o cachorro Radar ao IML só para confirmar, ainda mais sua certeza. Não deu outra: mesmo com a gaveta fechada, animal agiu realmente como um radar, como Araceli premonizara, e foi direto à geladeira onde estava o corpo de sua dona.


Matéria retirada, na íntegra do site censura.com.br

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Corinthians entra nervoso; Riquelme brilha e arbitragem decide...



A América trocará de mãos...

O Corinthians não conseguiu superar o próprio nervosismo, muito menos a péssima arbitragem de Carlos Amarilla e está fora da Libertadores.

O time alvinegro precisava da vitória, e começou o jogo buscando-a.

Antes dos vinte minutos a arbitragem errou em não marcar pênalti em toque de mão de Mari, e aos vinte e três anulou um gol legitimo de Romarinho.

No contra-ataque, Riquelme foi Riquelme.
Se ele quis cruzar ou chutar? Nem ele sabe, mas a bola morreu dentro do gol do adiantado Cássio, que nada pode fazer.

O Corinthians se perdeu; Abusou da jogada aérea e dos lançamentos para Emerson e Guerreiro, tudo em vão.

Na volta do intervalo Tite sacou Romarinho e colocou Pato, que pelo o que está jogando, principalmente em comparação com o Emerson, não deveria estar no banco de reservas.

O time cresceu..

Aos cinco minutos, Paulinho subiu mais que todo mundo e empatou o jogo...
O Corinthians estava vivo...

Paulinho foi às redes de novo, porém a arbitragem errou de novo e marcou impedimento do volante erroneamente.

Aos trinta do segundo tempo Alexandre Pato perdeu gol incrível sem goleiro; Era o desespero...


Aos trinta e seis Emerson foi derrubado na área; Pênalti, mais uma vez ignorado pela arbitragem.

Foi a pior arbitragem que eu já vi em uma competição de cunho continental. Medonha.


Quando o apito suou pela última vez, a torcida alvinegra aplaudiu o time, que agora junta suas forças para o restante da temporada.



O Boca fará as quartas de finais contra o seu compatriota, e em alta no país, o Newells Old Boys.

Riquelme e Cia, eliminaram na opinião desse reles mortal, o único time que poderia deter o Atlético/MG, agora favoritíssimo ao titulo.





quarta-feira, 15 de maio de 2013

Bruno falha; Palmeiras “se apequena” diante do fraco Tijuana e etá eliminado da Libertadores...




A torcida fez a sua parte, compareceu em peso ao Pacaembu para acompanhar mais uma demonstração de garra do alviverde.
Mas não deu.

Mesmo vindo de um bom empate no México, o Palmeiras não suportou o fraco time do Tijuana e está eliminado da Liberatdores da América.

O jogo começou pegado, com duras divididas e faltas.

Em uma delas, o lateral Ayrton acertou a trave do time mexicano, mas foi só.

Aos vinte e seis minutos em jogada confusa no bico da grande área, a bola chegou para Riascos, que chutou mal, fraquinha, mas...
Bruno tomou um “Senhor Peru”.

O gol desestabilizou o time alviverde, e o jogo descambou para a pancadaria.

Só no primeiro tempo foram oito cartões amarelos.

O Palmeiras tentava na base do abafa, mas não saiu feliz...

No intervalo, a torcida demonstrando uma paixão incrível, gritava o nome de Bruno, em apoio ao goleiro, que ainda tinha as penas do frango nas mãos.

Na volta, logo o segundo.

Henrique tentou cortar a bola sobrou nos pés de Arce, que não perdoou, era o segundo; O banho de água fria na equipe alviverde.

Minutos depois em escanteio palmeirense, a bola bateu na mão do zagueiro do Tijuana, ato involuntário, não para o árbitro que deu o pênalti.

Souza bateu, e fez.

Daí em diante foi pressão palmeirense, mas no desespero, não foi lucrativa.
Kléber chegou a empatar, mas o gol foi mal anulado pela arbitragem.

Final no Pacaembu.
Palmeiras Eliminado 1, Tijuana Classificado 2.

Agora o Tijuana enfrenta o favorito ao titulo Atlético/MG, azar do time mineiro que terá que enfrentar uma das maiores viagens da história da competição, para enfrentar o clube mexicano.

Ao Palmeiras, resta erguer a cabeça e focar na Série B, principal objetivo do clube no ano...


segunda-feira, 13 de maio de 2013

Vídeo Rodada



Campeonato Paulista
Final/ Ida

Corinthians 2X1 Santos



Campeonato Baiano
Final/ Ida

Bahia 3X7 Vitória



Campeonato Paranaense
Final/ Volta

*Coritiba 3X1 Atlético/PR



Campeonato Pernambucano
Final/ Volta

Sport 0X2 Santa Cruz*



Campeonato Catarinense
Final/ Ida

Criciúma 2X0 Chapecoense



Campeonato Mineiro
Final/ Ida

Atlético/MG 3X0 Cruzeiro



Campeonato Paraense
Final/ Ida

Paragominas 0X4 Paysandu


 * Campeões